Comente este texto

Data 17/07/2009
De NABUDONOSOR
Assunto o INCONSCIENTE CONSCIENTE

2009-07-07
Desde quando o Dr.Edivaldo se candidatou ao cargo de prefeito e concorreu às eleições p.p., previ, como que uma premonição, um futuro sombrio, muito sombrio. A despeito dos discursos inflamados e às vêzes até ofensivos, via-se que estavam se repetindo todos os passos de sua última campanha, quando se elegeu, iniciando ali sua incursão ofensiva e predatoria para a destruição de Queimadas. Tudo se repetiu nos mesmos moldes, até a presença e ajuda do Sr.César, naquela época com candidato a vereador. O resultado está ai. Uma incompetencia a toda prova. O escritor e jornalista americano Billy Bryson em suas reflexões vai ao fundo da alma humana e a põe a nu, em toda a sua verdade, e nos mostra com toda a crueza do que somos capazes. Os nossos atos, conscientes ou não, nos conduzem à destruição da espécie, o que consequentemente nos põe a refletir, embora um tanto tardiamente, de como nós contribuimos para a destruição de nosso planêta. O nosso inconsciente é o vilão da história. Mas, será que todos os nossos atos teem origem no nosso inconsciente!
Será que o procedimento de Dr.Edvaldo é inconsciente! Custo a acreditar que isso seja possivel. Creio, ou melhor, tenho certeza, que todos os atos deste impostor são pensados e repensados, medidos e pesados. Tudo faz parte de um plano elaborado com muita antecedencia. Já foi dito aqui no blog por várias vêzes e de muitas maneiras, que o Dr.Edvaldo Cayres não tem e nunca teve nenhum amor por Queimadas. A sua única intenção era se envolver com a politica, tirar proveitos e ir embora para Minas Gerais. Para termos certeza desta afirmação basta olharmos para o seu patrimonio aqui. Nada, absolutamente nada, além de uma clinica podre e ultrapassada. Vendeu tudo o que possuia aqui e investiu em MInas. Hoje tem uma casa residencial, o que é lógico e explicavel; um Laboratório de Analises Clinicas criado exclusivamente com vistas na prefeitura, cujos profissionais tem sua capacidade em xeque, e mais nada. O resto é só enrolação, passando o tempo para quando estiver com a "burra" cheia abandonar o barco, dá uma banana para o povo e "tchau". Portanto, companheiro, estamos ferrados, como disse o jornalista e escritor Bill Bryson nas entrelinhas, é esperar prá ver o que acontece.

 

© 2008 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode