Comente este texto

Data 14/08/2012
De Archimedes Jose Melo Marques
Assunto LAMPIÃO CONTRA O MATA SETE

Sou delegado de polícia no Estado de Sergipe e também estudioso no assunto cangaço onde faço pesquisas há mais de 40 anos.

Também participo do maior movimento pertinente que há no Brasil, o CARIRI CANGAÇO, evento que reúne anualmente as maiores autoridades nacionais e internacionais sobre o tema e que é realizado na cidade do Crato e região do Cariri cearense adjacente. Assim, por conta disso tudo e principalmente em nome da VERDADEIRA HISTÓRIA QUE FOI VILIPENDIADA com o livro “Lampião, o Mata Sete” foi que escrevi LAMPIÃO CONTRA O MATA SETE.

Só para vocês terem uma ideia das invencionices do autor Pedro de Morais, ele diz no seu livro sobre essa chacina de Queimadas onde foram executados à sangue frio sete soldados, que o Sargento Evaristo fora salvo porque ele era um homem bonito, esbelto, de corpo atletico, razão pela qual LAMPIÃO SE APAIXONOU POR ELE e por isso poupou-lhe a vida...

Trata-se do primeiro livro que faz oposição dentro do assunto cangaço. Procuro refutar tudo que está errado no livro “Lampião, o Mata Sete”, pois essa obra é eivada de vícios do início ao fim. Todas as alegações do autor são levianas e sem provas por menor que sejam e até mesmo desprovidas sequer de indícios de veracidades, como se a história fosse feita de insinuações vindas do nada, provindas de uma mente criativa sem apresentar fatos alguns que pelo menos deixem dúvidas quanto ao alegado. Ressalte-se que sendo o autor um ex-juiz, deveria saber ele muito bem que o DITO E NÃO PROVADO É O NADA JURÍDICO.

Por todas as leviandades escritas pelo autor Pedro de Morais é que seu livro ainda se encontra proibido pela justiça sergipana, principalmente porque o direito de expressão do escritor se esbarra no direito da família de Lampião e Maria Bonita.

Da citada obra, de todas as aleivosias existentes ainda há muita coisa errada, tais como troca de datas, de nomes de pessoas, de fatos, de passagens, além das constantes tentativas de levar o leitor a erro. Enfim o livro do senhor Pedro de Morais é de PÉSSIMO GOSTO EM TODOS OS SENTIDOS, jamais é um livro histórico. Trata-se sim, de um livro FICTÍCIO além de muito mal informativo, pois como dito, foi muito mal pesquisado. Até os dizeres do escritor Oleone Coelho Fontes que fez a introdução do citado livro, e que também escreveu o excelente livro "Lampião na Bahia" em muitas vezes se esbarram em situações totalmente contrárias ao pensamento do autor Pedro de Morais.

Para maiores informes sobre o meu livro e sobre a sua repercursão acessem o site www.cangacoemfoco.jex.com.br

Archimedes Marques

 

© 2008 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode