Comente este texto

Data 14/05/2009
De Patativa do Semi-Árido
Assunto Desrespeito e ingratidão

2009-05-11
Com a ruas vazias os bate-papos de fim de semana se deram a portas fechadas e em mesas de bares em virtude dos dias sombrios e frios provocados pelo mau tempo. Entre uns drinques e outros os assuntos sempre foram futebol e politica. Dentre os assuntos discutidos e comentados o que mais me chamou a atenção foi o que se referiu à politica, ainda no calor dos festejos e comemorações da vitória do 11/15. Os atos de selvageria e vandalismos proporcionados por uma turba de predadores e moleques irresponsaveis liderados pelo Dr.Moleque (André Cayres), que era o mais exaltado e agressivo dentre todos, a agredir moralmente e até fisicamente as pessoas que sabidamente votaram contra o grupo. Dentre êles viam-se também Regina, a vice-secretaria da saude e seus filhos, dando ponta-pés em portas e soltando improperios, ajudada pelas irmãs Teca e Chiu, dentre muitos outros que não merecem ser citados aqui por suas insignificancias. A ação que mais chamou a atenção pela violencia, desrespeito, ingratidão e falta de consideração, foi o caso Zé de Emiliano. Um cidadão que esteve a serviço da familia por muitos anos, sendo maltratado evidentemente, foi agredido, xingado e maltratado pela turba que so faltou invadir a sua casa, simplesmente pelo fato de ele e sua familia terem se libertados das amarras e decidido não apoiar o grupo, preferindo abertamente o 45. São fatos como esse que nos levam a deduzir que tipo de gente esta hoje no poder. São pessoas vingativas, autoritarias, ignorantes, truculentas, irresponsaveis, desonestas e acima de tudo prepotentes. Tentaram de alguma maneira se desculpar com o Sr Zé de Emiliano, oferecendo-lhes cargos e dinheiro, mas, para tais casos não tem remedio, o mal esta feito, não tem volta. Nada neste mundo apaga o dano moral que lhe foi imposto. Louva-se aqui a retidão moral do Sr.Zé de Emiliano por não ter aceito o "calaboca" e continuar firma e convicto da sua decisão.
Temos também, dentre outros casos, o de Serginho, o candidato do 45, que teve sua casa também apedrejada, depredada e quase invadida por essa mesma "gang" de vagabundos, que tal e qual fizeram com Zé de Emiliano, agrediram e com gestos obcenos soltaram improperios, liderados pelas mesmas pessoas, a ponto de ser necessário a intervenção da policia.
O que podemos esperar de uma administração publica se os seus lideres, se
não participaram pelos menos acobertaram tais procedimentos. Estamos vendo ai, no dia-a-dia, o que está acontecendo. A desrespeito anda a rédeas soltas, cavalga ao vento sem a minima preocupação com o povo. E vai ser assim até o final quando nada mais restar e o tacho estiver vazio e raspado.

 

© 2008 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode