Comente este texto

Data 04/05/2009
De Um cidadão oimista apesar de tudo
Assunto Apelo popular pela preservação de nossos patrimonios

Caro Haroldo:
Tenho lido com frequencia seus editoriais e a cada vez sinto mais orgulho de sermos conterrâneo. A sua presença aqui nesta terra tão carente de valores foi providencial e mágica. Tenho certeza que em nosso meio, em nossa sociedade, devam existir valores intelectuais e culturais nas mais diversas areas, mas, que por algum motivo não aparecem. Talvez por vergonha, quem sabe por falta de espaço ou até mesmo por envolvimento politico. A politica selvagem e perniciosa que se pratica em nosso municipio castra e tosa nossos valores. O mêdo de se expor o colocam na escuridão obrigando-os a se esconderem. Falo isso porque sei que existem, eu os conheço. Este apêlo que você fez em um dos seus editoriais pela preservação de nossos patrimônios, onde você conclama os cidadãos para se organizarem em um movimento neste sentido, é bem intencionado e inteligente, mas esbarra na inércia e na indiferença de nosso povo. O caminho mais indicado para se iniciar qualquer movimento é nas escolas, através de seus grêmios e associações. Professores e alunos organizados talvez consigam chegar a algum lugar. Fora dai não sei não, viu Haroldo, tá dificil pra caramba. É um povo muito devagar, viciado, sem sonhos e sem perspectiva. Mas, em todo caso, quem sabe! Milagres existem.

 

© 2008 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode