________________________________________________________________________________________________________________________________
 Deficiente visual DE QUEIMADAS é mecânico dos bons

Por: Antonio Monteiro

                Manoel Ferreira Matos (seu Bibi), nasceu em Queimadas, no dia 03 de Outubro de 1932, pelas mãos de D. Maria Balaio. Neto de pescador, foi um menino muito pobre. Era filho de motorista de caminhão, que transportava mamona, licurí, feijão, milho e porcos para todas as cidades interioranas.

                Seu Bibi com dez anos aprendeu o oficio de alfaiate. Aos doze já cortava seis calças por dia. Um ano depois fez o primeiro terno para o avô de Mônica Andrade, senhor João Maurício Andrade.

                Exerceu a profissão de alfaiate somente por seis anos. Aos dezesete casou com a jovem Vanda Fonseca Matos, ocasião em que mudou de profissão, seguindo os passos do pai foi ser motorista de caminhão.

                Em 1953 comprou seu primeiro caminhão, um Ford - 1943. Com o caminhão transportava pessoas de Queimadas para Riacho da Onça, Espanta Gado, Alecrim, Feira do Pau, Cansanção, Nordestina, Monte Santo.

 SÃO PAULO: À PROCURA DA SORTE GRANDE

                Em 1970 mudou-se para São Paulo com toda a família: José Antonio, Jorge Raimundo, Manuel Matos, Josiel F. Matos, Ivan F. Matos, Ligia F. Matos, Regina Lúcia, Dinalva Maria, Noemizia F. Matos (Nena), Maria José, Rita Maria, Romilse, Vanda Fonseca e Marisa Fonseca Matos.

                Foi uma verdadeira arribação, uma aventura, uma grande loucura no sul do país, em busca de melhores dias de vida para toda família.

                Em São Paulo comprou dois caminhões, que transportavam pedra para São Caetano, Diadema, São Bernardo, etc. Também possuiu uma oficina mecânica. Envaidecido com o que conquistara caiu na vida mundana. Porém, a São Paulo agitada, fria, cheia de edifcíos altos, com tudo caro, veio os apertos financeiros, o vício da bebida alcóolica aumenta e o sofrimento é diário. Principalmente com a saudade de Queimadas. Desgostoso, decidiu em 1980 retornar à sua terra natal. Houve discordância de D. Vanda, mas a aquiescência dos filhos confirmou o retorno.

    

                Pôs metade dos filhos em cima de um caminhão, e os outros com Ranuzio (proprietário de Empresa de Ônibus) e rolou na estrada de volta para sua amada Queimadas.

                Em Vitória da Conquista, na rua denominada (Fim da Banguela), o dinheiro acabou. Graças ao seu velho pai, João Calista, que lhe socorreu, enviando dinheiro suficiente para alimentar a família chegou à Queimadas.

                Trabalhou com Ranuzio muito tempo. Colocou uma oficina de conserto de carros e tocou a vida para frente. Os filhos seguiram cada um seu destino.

                Em 1986 ficou cego do olho esquerdo. Onze anos depois, em 1997, também ficou cego do olho direito. Os dois olhos por uma doença denominada glaucoma. Enfermidade que o obrigou a a se aposentar por invalidez.

 SEU BIBI, MESMO CEGO É UM ÓTIMO MECÂNICO

                 Apesar de cego, seu Bibi continuou trabalhando em sua oficina, consertando todo tipo de carro, principalmente caminhão.

                Especializou-se também em máquina de costura e eletricidade (no conserto de eletrodoméstico). Como pedreiro, é um exímio consertador de telhado. Goteiras, é só apontá-las com um cabo de vassoura, que ele sobe no telhado e conserta. Até hoje exerce essas profissões com muita habilidade e prazer. Os seus clientes confiam cegamente no seu trabalho.

                Aproveita o momento para me reclamar da sua pequena aposentaria. Fala que está sendo lezado pelo governo. Que trabalhou muito e recebe muito pouco... Seu Bibi é um queimadense apaixonado por seu torrão. É apaixonadíssimo por sua musa, Vanda, com a qual está casado há 58 anos.

 SOBRE SEUS FILHOS

                Seu Bibi diz amar a todos. Não declina preferência por nenhum filho, pois para ele todos são iguais. No entanto, diz ter um grande orgulho dos que puderam se formar numa faculdade. E, dá ênfase a trabalho que Noemisia (Nena) tem na sua luta pelo o Meio Ambiente de Queimadas.

                Há uma pausa. Neste momento seu Bibi fica sério, triste. Parece que seus olhos se enchem de lágrimas. É a saudade do seu filho mais velho, José Antonio Fonseca Matos, professor, que faleceu aos 56 anos de idade, de uma queda. Comenta: “ É, seu Antonio Monteiro, agente perde muita coisa na vida: pai, mãe, irmão, parentes queridos. Mas a perda de um filho é irreparável. Somente Deus consegue me aliviar dessa dor...” Falo que também, em 2007 perdi um filho muito querido, com trinta anos de idade, por incompetência médica... Que também sinto muita saudade e em dados momentos choro escondido. Seu Bibi põem a mão direita no meu ombro em sinal de conforto.

 Homem religioso 

                Homem religioso, temente a Deus, o evangelho, mesmo com a deficiência visual não deixou de existir em sua vida. Diz: “- Eu não aceitei Jesus Cristo depois de cego, como pensam por aí. Aceitei antes. Sou Batista com muito honra. Mas não sou fanático. Conheço a Bíblia de cor e salteada; faço minhas orações, minhas reuniões em casa para louvar e falar de Deus. Sou consciente do amor que tenho por Deus e não pelo quê alguns pastores pregam.”

                 Seu Bibi diz não ter “placa” de igreja. Frequenta todas. Crê também no filho de Deus, Jesus Cristo, e não em Pastor. O pastor é um lider. É muito bom termos um pastor. Devemos ouví-lo e assimilar o melhor de sua pregação. No entanto, nem tudo que um pastor fala está certo. Conheço a Bíblia... Ter um curso de teologia - diz seu Bibi - não significa conhecer os mistérios de Deus. O verdadeiro crente é aquele que pratica a palavra de Deus. É honrado, digno, honesto, bondoso, fiel e caridoso. Não um ditador de ovelhas como hoje se ver em muitas igrejas.”

                Despeço-me do seu Bibi, com um abraço, e ele diz: - Que a paz do SENHOR esteja contigo. Agradeço. Saio feliz com a entrevista. É ótimo conhecer essas personalidades anômicas de Queimadas e divulgá-las, antes que o tempo as arremate.

                                                                                            Queimadas, 23 de maio de 2009.

Comente este texto

Data 16/11/2011
De Sinhara Fontes Marques
Assunto Uma bela lição

Todos passam por dificuldades, a diferença é como você reage perante a cada uma delas. E seu Bibi nos ensina muito neste pequeno resumo de sua vida.
Eu peço a Deus que este exemplo de superação, dedicação e perseverança seja de muita utilidade em minha vida.

Data 13/11/2011
De Mateus
Assunto Blog

Uma verdadeira lição de vida!

Data 17/06/2011
De Rita Maria Fonseca Matos Chagas
Assunto Meu pai é um guerreiro

Agradeço, de coração, ao autor do texto, Sr. Antonio Monteiro, por ter se lembrado de meu pai, um homem lutador e perseverante.
Sou a décima primeira filha de seu Bibi e de D. Vanda. Aprendi com meus pais o significado da palavra perseverança. Considero-me priviliegiada por ter a família que tenho e por ser filha deles. Meu pai é um homem humilde e, talvez, por causa disso, ele não mencionou que quando enxergava, gostava muito de ler. Ele leu grandes autores brasileiros, conhecia a geografia como ninguém, fazia cálculos matemáticos de cor, possuia uma caligrafia belíssima. Lembro-me, que quando criança, ele nos falava dos escritos de Rui Barbosa, declamava poesias de Olavo Bilac, de Castro Alves; narrava as histórias dos livros de Machado de Assis, José de Alencar e de Graciliano Ramos. Meu pai possui uma cultura de causar inveja a qualquer univesitário. Entretanto, ele cursou apenas o antigo 4º ano primáro. Certamente ele influenciou os filhos, os quais, possuem diversos talentos.
Louvo a Deus, porque hoje meu pai, apesar de não enxergar o mundo, consegue enxergar as coisas de Deus. Por causa da fé que tem em Jesus Cristo e com os olhos da fé, meu pai tem se mantido de pé como um guerreiro que enfrenta as lutas renhidas da vida.
Profª. Dra. Rita Maria Fonseca Matos Chagas

Data 06/07/2010
De GERCILIO M DA SILVA
Assunto ESQUECI DO ELOGIO

O TEXTO ALEM DE MUITO BEM ESCRITO MERECE MAIS ELOGIOS PELA ESCOLHA DE BIBI E VANDA. DUAS PESSOAS DA MELHOR QUALIDADE.
APROVEITO PARA ME IDENTIFICAR.
VIVI EM QUEIMADAS DOS 6 AOS 18 ANOS QUANDO FUI TRANSFERIDO PARA SALVADOR - ERA TELEGRAFISTA DA LESTE.

Data 06/07/2010
De GERCILIO MONTENEGRO DA SILVA
Assunto A VIDA DE SEU BIBI.

FUI CONTEPORANEO DO BIBI E DE D,VANDA FONSECA,FILHA DO VEIO FULOU CARTEIRO DA ESTRADA DE FERRO.UM DETALHE DE BIBI ERA UM ASSOBIADOR DE PRIMEIRA, D, VANDA EH IRMAN DE OVIDIO FONSECA UM DOS GRANDES TELEGRAFISTAS QUE QUEIMADAS TINHA, FALECIDO HA POUCO TEMPO COM 96 ANOS, FOI UM EXEMPLAR PAI DE FAMILIA. LEMBRO ME BEM DE SEU BIBI NA SELECAO DE FUTEBOL DE QUEIMADAS. DESPEÇO-ME COM MUITAS SAUDADES DESSA TERRA QUE NE FEZ CIDADAO. NASCI EM CAMACARI E ME CRIEI EM QUEIMADAS QUE CONSIDERO MINHA TERRA.

Data 12/04/2010
De Jose Alan Silva dos Santos
Assunto Parabéns

Não viva para que a sua presença seja notada,
mas para que a sua falta seja sentida...

Não é meu não é de um tal de... (Bob Marley)
Alan

Data 25/11/2009
De juliana amaral paixão
Assunto curiosidades sobre queimadas

eu quero curiosidades sobre queimadas ass:juliana amaral

Data 25/11/2009
De juliana amaral paixão
Assunto Re:curiosidades sobre queimadas

me manda um texto sobre curiosidades sobre queimadas

Data 18/09/2009
De Maria Alice Rocha de Oliveira
Assunto Exemplo de vida

Quando ouvimos falar de gente como o irmão Bibi que passou e passa por muitas dificuldades na vida sem perder a fé e a coragem de trabalhar e viver, nossas dificuldades e problemas ficam tão insignificantes que sentimos vergonha de as vezes reclamar da vida e, temos que pedir perdão a Deus todos os dias por as vezes nos deixar abater. Que Deus abençoe sempre ele e sua família.

 
_______________________________________________________________________________________________________________________________
CINEMA    NO    NORDESTE !
 
               Para conseguir a aceitação do público nordestino, os cinemas locais decidiram mudar os nomes dos filmes.
                  Veja abaixo os novos títulos:
  
De: Uma Linda Mulher
Para: Uma Quenga Aprumada
 
De: O Poderoso Chefão
Para: O Coroné Arretado
 
De: O Exorcista
Para: Arreda, Capeta!
 
De: Os Sete Samurais
Para: Os Jagunço di Zóio Rasgado
 
De: Godzila.
 Para: Calangão
 
De: Perfume de Mulher
Para: Cherim de Cabocla
 
De: Tora, Tora, Tora!
Para: Ôxente, Ôxente, Ôxente!
 
De: Mamãe Faz Cem Anos
Para: Mainha Nun Morre Mais
 
De: Guerra nas Estrelas
Para: Arranca-Rabo no Céu
 
De: Um Peixe Chamado Wanda
Para: Um Lambari,  Cum Nome di Muié
 
De: A Noviça Rebelde
Para: A Beata Increnquêra
 
De: O Corcunda de Notre Dame
 Para: O  Monstrim  da  Igreja  Grandi
 
De: O Fim dos Dias
Para: Nóis Tâmo é Lascado
 
De:  Um Cidadão Acima de Qualquer  Suspeita.
Para: Um Cabra Pai D'égua di Quem Ninguém Discunfia
 
De: Os Filhos  do  Silêncio
Para: Os Mininu   du   Mudim
e: A Pantera Cor-de-Rosa
Para: A  Onça  Viada

De: O exterminador do Futuro
Para: A vorta de lampião
 
De: Independence Day
Para: A vorta de Padim Ciço

© 2008 Todos os direitos reservados.

Crie um site gratuitoWebnode